OPERAÇÕES ESPECIAIS RECEBEM INSTRUÇÃO DE AIKIDO

Seigan Dojo - Brazil Aikikai ministra treinamento de técnicas de Imobilizações Táticas no II Curso de Operações Especiais Penitenciárias.

A Secretaria de Administração Penitenciária formou na última sexta-feira (07/12), no Complexo Penitenciário de Gericinó, Zona Oeste do Rio, os 45 novos integrantes do Grupamento de Intervenção Tática (GIT), criado exclusivamente para conter motins e rebeliões em todos os estabelecimentos prisionais do Rio.

O curso coordenado pelo Centro de Instruções Especializadas (Ciesp) da SEAP com apoio do Núcleo de Instrução do GIT, teve a duração de dois meses com carga de 380 horas/aula. Algumas dessas instruções tiveram a colaboração de instituições como o Corpo de Bombeiros, Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE), Companhia de Cães da PM, Grupamento Tático-Móvel, Esquadrão Anti-Bombas, Brigada Pára-quedista e a Secretaria de Segurança de Teresópolis, entre outras.

O Seigan Dojo participou da instrução de defesa pessoal dos alunos do curso, tendo ministrado técnicas de imobilizações táticas baseadas no Aikido. Os alunos aprenderam a conduzir e imobilizar através do controle nas articulações, bem como desarmar o atacante conduzindo-o ao solo, até o aprisionamento com algemas. Para a instrução foram utilizados bastões e simulacros de facas e armas de fogo. Também foram abordadas técnicas de auto-preservação em casos de confronto físico em ambiente confinado; em um segundo momento, já sobre os tatamis do CIESP, os alunos receberam instrução de rolamentos e defesa para estrangulamentos, técnicas de grande importância no dia a dia do Grupamento. Ministraram a instrução os professores Paulo Cirto e Carlos Cirto, responsáveis pelo Seigan Dojo, bem como o aluno Juliano Santiago, também faixa preta de Aikido e um dos alunos mais antigos do Dojo.

Este ano, pela primeira vez, foram abertas doze vagas para outras instituições, todas preenchidas por servidores da área penitenciária do Rio Grande do Sul, Sergipe, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rondônia. Dos estados participantes apenas o Sergipe terá seu representante no grupamento especial da Seap.

O Grupamento de Intervenção Tática, criado em junho de 2004, é composto atualmente por 57 inspetores de segurança e administração penitenciária, sendo sete mulheres. O GIT já ofereceu instruções a agentes penitenciários da França, duas tropas da polícia do exército que foram enviadas pelo governo brasileiro em missão de paz ao Haiti, a guarda municipal de Teresópolis, guardas judiciários do Tribunal de Justiça do Rio, agentes penitenciários do Amapá, oficiais e praças do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Grupamento Aero Marítimo da Polícia Militar, policiais civis do Curso de Ações Táticas, entre outras.

 

Fotos do evento

gitcarlos
gitforma
gitforma2
gitforma3
gitgrupo
gitjuliano
gitmuro
gitpaulo
gitpaulo2
gitpaulocostas
01/10 
start stop bwd fwd