O Seigan Dojo

 
O Seigan Dojo foi fundado em 1999, com o objetivo de divulgar o Aikido tradicional do Instituto Takemussu em Niterói/RJ.
 
Naquela época ainda era uma ramificação do Hikari Dojo, de Botafogo/RJ, comandado pelo Sensei Luiz Cláudio Freitas, 2 DAN do Aikikai. Com o passar do tempo, o Seigan Dojo foi se desenvolvendo, sob a responsabilidade dos Senseis Carlos Alexandre, Geraldo Garcia e Paulo Augusto, e a rigorosa supervisão do Sensei Wagner Bull - Diretor Técnico do Instituto Takemussu e Presidente da Confederação Brasileira de Aikido - BRAZIL AIKIKAI.
 
Hoje, o Seigan Dojo é uma referência em Aikido tradicional na cidade de Niterói/RJ, tendo organizado importantes Seminários para o desenvolvimento técnico dos praticantes das diversas organizações de Aikido existentes, tais como: Seminário com Ney Tamotsu Kubo e Alexandre Bull, Seminário com Sensei Wagner Bull, 6º Dan do Aikikai, além do Seminário histórico realizado na cidade em 2005, com Kato Sensei, aluno direto do Fundador, 8º Dan do Aikikai, tendo sido o primeiro aluno direto do Fundador do Aikido a visitar a cidade. 
 
Outros tradicionais eventos promovidos pelo Seigan Dojo são: o treino de aniversário do Dojo e os exames de faixa, onde os praticantes são rigorosamente avaliados por professores enviados pelo Dojo Central, de São Paulo, dentro do programa estabelecido pelo Instituto Takemussu e aprovado pela Confederação Brasileira de Aikido - BRAZIL AIKIKAI, podendo ostentar nível internacional em cada promoção alcançada. Dentro dessa filosofia, o Seigan Dojo tem formado diversos faixas-pretas, de reconhecido nível técnico.
 

"No Aikido não há um final. O caminho é ilimitado, é uma fonte inesgotável".( Morihei Ueshiba 1883 - 1969 ).

 
Os movimentos do Aikido, sem exceção, seguem as leis da natureza. São cheios de vigor e energia, aplicando sempre o princípio da não-resistência, da abstenção da força bruta. Conseqüentemente pessoas de ambos os sexos e de todas as idades podem praticá-lo, sentindo-se atraídas com a real possibilidade de treinar a mente e o corpo, forjando inclusive um caráter equilibrado, temperando-se para todos os momentos da vida.
 
Uma das características mais marcantes do Seigan Dojo, além da disciplina, é a amizade entre os seus componentes que se faz presente nos treinamentos e no comparecimento a todos os Seminários promovidos pelo Instituto Takemussu e pela Confederação Brasileira de Aikido - BRAZIL AIKIKAI.

SIGNIFICADO DO TERMO “SEIGAN”

 
O termo “Seigan” é a postura corporal e mental em se estar pronto para investir. Literalmente significa “a maneira correta de ver as coisas”. O aikidoísta deve olhar de forma difusa com total percepção do atacante, do meio ambiente que o envolve, e ter perfeito controle do seu centro e de sua forma. Quando há “Seigan”, o que ocorre em um confronto é mais ou menos o que acontece quando uma cobra hipnotiza um passarinho, e por mais que ele queira escapar, fica preso no campo energético do réptil.
 
Quando um aikidoísta vai iniciar sua técnica deve procurar manter a atitude similar à de quando assume “Seigan” (a maneira correta de ver), ou seja, deve-se prestar atenção em tudo o que acontece ao redor do praticante e ficar perfeitamente ligado no atacante, percebendo primeiramente suas intenções e todos os seus movimentos de forma que possa praticar equilibrando o espaço, o tempo, e escolher a posição mais favorável no momento do ataque. O Sensei chamava esta ação instantânea de “Katsuhayabi”, ou seja, se mover simultaneamente ao atacante como faz a imagem de um espelho aos movimentos do objeto.
 
Para se entender “Seigan”, que era uma expressão que O Sensei usava, é interessante estudar o ideograma “Kan”.
“Kan” (Gan) é ver o mundo do ponto de vista de uma mente concentrada e alerta. É o estado de ver o mundo como ele é, sem a dualidade dos opostos, é o ponto que atinge a pessoa antes de se iluminar, e é uma necessidade prévia para que a iluminação aconteça. É a união entre o sujeito e o objeto.

Fonte: Wagner Bull; AIKIDO - O Caminho da Sabedoria (a Técnica); São Paulo: Pensamento, 2003.